Benefícios da Nudez Social - Autoconfiança - Artigos II - Associação Pensamentos ao Vento

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Benefícios da Nudez Social: autoconfiança
68beneficiosdanudezsocial
Certamente que todos entendem esta experiência. Reconhece-se que existem alguns aspetos da vida em que parece que se fica aquém do que é esperado e nos quais se espera melhorar. Talvez se tenha um problema com a procrastinação, ou a incapacidade de gerir o tempo de uma forma eficaz, ou a falta de autoconfiança em situações sociais. Infelizmente, ultrapassar tais problemas demora tempo e requer esforço, bem como simplesmente reconhecer e admitir uma necessidade de melhoria. O resultado é... procrastinação.

É necessária alguma motivação no sentido de assumir um compromisso com o intuito de gastar tempo e energia para trabalhar no problema. A nudez social pode proporcionar o incentivo para trabalhar numa determinada dificuldade: alguma falta de autoconfiança em situações sociais.

Isto não será uma conversa animada sobre desenvolver autoconfiança. Mas se existe necessidade de trabalhar nesse aspeto, e se se pretende envolver mais na nudez social, há algumas formas pelas quais esse último objetivo pode ajudar a motivar o objetivo anterior, e até mesmo fornecer alguns meios para resolver o problema.

Uma das razões pelas quais as pessoas não possuem autoconfiança em fazer algo é porque entendem, de forma bastante realista, que não desenvolveram, de forma suficiente, as habilidades necessárias. E essa perceção leva a outra situação: o medo do fracasso na forma como atuam na área relevante. Por outras palavras, as pessoas sentem-se vulneráveis quando tentam fazer algo que sabem ser difícil para elas.

No website original deste artigo, a vulnerabilidade já foi discutida em outros artigos, especificamente na sua ligação com a nudez. Há muito mais que pode ser útil sobre o tema, mas, para o presente propósito, assume-se que a ideia é bastante clara: a generalidade das pessoas pensa que estarem despidas perante outros, a maioria dos quais podem ser completamente estranhos, as coloca numa posição bastante vulnerável. Esta perspetiva sugere um grande potencial de constrangimento, devido às questões de aceitação do corpo, temores de não saber qual a etiqueta adequada em situações de nudez social, preocupação em iniciar conversas, ou o que quer que seja.

Nesta discussão, a suposição é de que quem a está a ler é inexperiente na nudez social. Mas se leu até agora, deve ser seguro assumir que está relativamente interessado em experimentar a nudez social, se ainda não o tiver feito, ou expandindo o seu envolvimento, se já o tiver. Nesse caso, provavelmente sabe que experimentar a nudez social é algo que pretende fazer. Então aqui está a motivação para começar a trabalhar na sua autoconfiança sobre o corpo nu. Qual é o próximo passo?

Talvez esse passo seja reconhecer que é capaz de colocar os medos de lado e aventurar-se na nudez social e que essa participação, só por si, irá ajudar a ultrapassar a timidez e a falta de autoconfiança. Aqui ficam algumas razões para tal:

  • Alguém que esteja interessado na nudez social, mas que esteja preocupado acerca de dar o primeiro passo, pode decidir trabalhar nos problemas da timidez, insegurança e autoconfiança mesmo antes de se envolver, uma vez que agora existe motivação suficiente para o fazer.

  • Decidir envolver-se na nudez social demonstra vontade para enfrentar a vulnerabilidade e o medo de falhar. Saber que conseguiu dar o primeiro passo com poucos, ou mesmo nenhuns, resultados desagradáveis dará maior confiança para empreender novas etapas.

  • Quando se está despido perante outros numa situação de nudez social, passamos a possuir automaticamente algo em comum que até é bastante incomum. Quer dizer que não é necessário sentir vergonha ou embaraço acerca do facto de apreciar estar sem roupas. Passa-se a ter uma compreensão compartilhada de algo que é estranho para a maioria das pessoas na nossa sociedade e, desse modo, deixa de haver necessidade de explicar ou racionalizar. Também se descobrem formas de lidar com os mal-entendidos da sociedade sobre a nudez social, e pode-se compartilhar isso com outras pessoas.

  • Como resultado direto do ponto anterior, passa-se a disponibilizar de uma série de excelentes tópicos para iniciar uma conversa. A dificuldade em iniciar conversas com estranhos pode ser uma das principais razões pelas quais as pessoas possuem pouca, ou nenhuma, autoconfiança em situações sociais. Uma boa forma de resolver esse problema é desenvolver uma pequena lista de perguntas para iniciar conversas. Por exemplo: Que outros bons resorts naturistas visitou? Conhece algum bom clube com atividades sem roupa? Como se iniciou na nudez social? E assim por diante. (Talvez este seja um bom tópico para desenvolver em outro artigo.)

  • Alguns adeptos da nudez social geralmente gostam de conversar com outros sobre esse interesse mútuo. Por um lado, ajuda a validar o prazer (incomum para a restante sociedade) de estar despido com os outros. E também leva a úteis trocas de informações valiosas. Como resultado, as conversas são geralmente agradáveis e quase sem esforço.

  • Se tem preocupações relativas à aceitação do corpo, descobrirá que outros nudistas sociais terão, provavelmente, preocupações semelhantes, deste modo, não serão excessivamente críticos com qualquer aspeto do seu corpo acerca do qual não está satisfeito. Pode estar motivado para trabalhar em lidar com esses aspetos, ou então aprender a aceitar o corpo da forma que ele é.

  • Porque o desfrutar da nudez social está longe de ser a regra na sociedade, as pessoas que praticam nudez social tendem a ser abertas e também tolerantes a opiniões divergentes sobre outros assuntos. (Isso não é garantido, mas é provável.) Assim, não será complicado sentir-se mais aberto para discutir também as suas preferências e as suas opiniões sobre outros assuntos para além da nudez.

  • As pessoas que praticam nudez social fazem-no porque é agradável. Desde que não sejam insensíveis para os outros, as pessoas tentarão ser corteses e educadas para com os restantes, de modo a não estragarem a diversão de ninguém. A insensibilidade real é improvável, uma vez que, estar despido em companhia de outros, geralmente requer um esforço extra para entender os sentimentos dos outros e não para os ofender. Fazer com que os outros se sintam mal, de forma deliberada, não conduz à própria satisfação, na maioria dos casos.

  • Envolver-se na nudez social, por norma, exige que as pessoas resolvam alguns problemas pessoais delicados, como sentimentos sobre sexualidade, problemas de relacionamento pessoal, problemas de personalidade, aceitação do corpo, e assim por diante. Se tais questões foram resolvidas com sucesso, pelo menos até certo ponto, e se superou as inibições relacionadas com a nudez, falar sobre estas questões é mais fácil. Portanto, é menos stressante e mais frutífero discuti-los abertamente com outras pessoas, especialmente outras pessoas que também estão nuas e que geralmente compreendem essas questões.

  • As pessoas que praticam nudez social há algum tempo têm sido bem-sucedidas em lidar com as questões pessoais mencionadas no último ponto. Isso tende a tornar essas pessoas mais amigáveis e menos defensivas para com outras pessoas. Então, por norma, encontrará facilmente outros nudistas sociais com quem confraternizar. Embora isto seja, de uma forma geral, real presencialmente, será menos certo quando se trata de interações online. Portanto, não assuma que interações desagradáveis online sejam repetidas pessoalmente.

Tenha presente que nem todas as situações de nudez social são as mesmas no que diz respeito a conhecer outros. Nas praias naturistas, por exemplo, a maioria das pessoas vai para desfrutar da praia e não para socializar. Tente sempre respeitar o espaço dos outros. Resorts naturistas são bons locais para conhecer novas pessoas. Clubes e associações também são uma boa forma de conhecer novas pessoas através das suas atividades. Tais entidades estão sempre desejosas de angariar novos membros. Na dúvida, tente que alguém já conhecido faça as apresentações.

Tenha também em consideração que não existe a garantia de que todos os que venha a conhecer em eventos de nudez social venham a ser atenciosos, amigáveis e agradáveis. Especialmente em lugares como praias naturistas, onde podem estar presentes pessoas com segundas intenções. Ninguém é perfeito, todos têm dias menos bons de vez em quando. Se tiver algum desagrado, não leve isso a peito. Basta seguir em frente e apresentar-se a outros.

Tente fazer-se acompanhar de um amigo interessado pelo tema, se tal for possível, para apoio e encorajamento.

Se não está satisfeito com a própria autoconfiança em situações sociais, de qualquer tipo e não apenas com a nudez social, a confiança que constrói na nudez social deve ser aplicada de forma mais ampla. E não esqueça do ditado atribuído a Confúcio: "Ouço e esqueço. Vejo e lembro. Faço e compreendo."

Traduzido e adaptado por José Luís Vieira a partir de https://naturistphilosopher.wordpress.com/2015/02/19/benefits-of-social-nudity-building-self-confidence/
em 17/10/2017
anterior subir
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal