Dez boas razões para fazer naturismo nos dias de hoje - Artigos - Associação Pensamentos ao Vento

Ir para o conteúdo
Dez boas razões para fazer naturismo nos dias de hoje
Dez boas razões para fazer naturismo nos dias de hoje

Com mais de dois milhões de adeptos do naturismo em França, os benefícios da nudez em férias nada têm já a provar. Eis as nossas dez boas razões para praticar naturismo.

O Naturismo remonta às nossas origens mais longínquas e portanto, hoje, neste mundo ultra civilizado, é uma prática que se tornou num verdadeiro luxo. O naturismo está contudo ao alcance de todos, basta romper com o quotidiano. France 4 Naturisme desvenda-lhe dez benefícios do naturismo.

  1. É a melhor forma de nos aproximarmos da natureza, de obter um verdadeiro bem-estar. Um retorno às origens que promete garantidamente calma e serenidade;
  2. O naturismo e a prática da nudez social ajudam a aceitar o próprio corpo e a se libertar dos complexos. Sentirá, um pouco mais a cada dia, o bem-estar a envolve-lo;
  3. Num mundo de constrangimentos, a nudez permite sentirmo-nos livres como o ar, longe de todas as exigências da nossa sociedade. É uma excelente forma de recuperar o autocontrolo;
  4. Desfrutar do inegável prazer de se banhar sem roupa. Desaparece o fato-de-banho húmido que se cola à pele quando se sai da água;
  5. O naturismo liberta-nos das classes sociais. Despidos somos todos iguais;
  6. Por oposição ao materialismo dos nossos dias, o naturismo faz-nos reencontrar dentro de nós próprios;
  7. Bronzearmo-nos nus é o prazer não termos qualquer marca e obter um bronzeado uniforme;
  8. Com todos despidos, o naturismo implica um muito maior respeito pelos demais;
  9. Viver nu é estar em simbiose com a natureza;
  10. O Naturismo permite vencer o pudor e se sentir melhor dentro do próprio corpo. Voltamos de férias estimulados e revigorados.

Traduzido e adaptado por José Luís Vieira a partir do artigo da France 4 Naturisme
http://blog.france4naturisme.com/10-bonnes-raisons-de-faire-du-naturisme-aujourdhui/
em 06/06/2016
anterior subir proximo
Voltar para o conteúdo