Será uma boa ideia praticar naturismo com os filhos? - Artigos II - Associação Pensamentos ao Vento

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Será uma boa ideia praticar naturismo com os filhos?
praticarnaturismocomfilhos
É na adolescência que esta prática pode colocar problemas…  

Delphine Bancaud

Com os seus 155 centros de férias naturistas, a França é o Eldorado das famílias que preferem viver despidas nas férias. E de acordo com Yves Leclerc, vice-presidente da Federação Francesa de Naturismo (FFN), elas são cada vez mais numerosas: «45%
dos nossos clientes têm menos de 30 anos. São oriundos de centros urbanos, na sua maioria empresários que se iniciaram no naturismo através dos seus pais e que vêm agora por si em família», explica Leclerc.

Uma prática que se tornou comum, mas não sem algumas questões sobre a forma como as crianças sentem a nudez do dia-a-dia. Para Yves Leclerc, «se a prática do naturismo familiar esteve sempre presente, esta não é uma preocupação para a criança, uma vez que ela foi criada neste conceito de liberdade.» Segundo ele, o naturismo terá mesmo efeitos benéficos no desenvolvimento da criança: «Isto permite-lhe desenvolver uma consciência corporal mais precoce, tal como relativamente às diferenças físicas relacionadas com a idade, ou alguma deficiência... Assim como um relacionamento mais tolerante e pacífico com o outro. E uma relação menos complexado com o seu próprio corpo», diz ele. Por seu lado, Patrick Hourdé, pedopsiquiatra, também acredita que «se a família tem uma cultura de naturismo, desde o nascimento da criança, a nudez não vai representar um problema, enquanto ele for pequeno.»

Nada impor
Mas esta experiência pode ser mal interpretada pela criança se os pais lhes mostrarem esta prática mais tarde e a levarem para o seu grupo de amigos sem lhe explicarem a situação. A criança pode se sentir como exibicionista ou um espreita. Daí a importância de não impor tal experiência, segundo Yves Leclerc: «Será necessário primeiro falar com a criança e não a forçar a se despir se ela não o quiser», refere.
Outra questão para os pais que se pretendam lançar nesta aventura: uma criança que passe o dia despida num clube de férias não acarreta riscos? «Não» assegura Yves Leclerc. As crianças estão protegidas da pedofilia nos centros de férias naturistas uma vez que a própria comunidade se controla a si própria» assegura.

Os adolescentes estão menos à vontade com esta prática
Para Patrick Hourdé o naturismo é igualmente desaconselhado aos adolescentes. «Nesta idade, sentimos as pulsões sexuais e um adolescente pode, por exemplo, ter uma ereção em público, o que o vai colocar numa situação bastante embaraçosa». Ainda de acordo com Hourdé, o facto de um adolescente ver os seus pais despidos «é doentio. Devido ao tabu do incesto. Neste caso, quando os seus pais estão despidos, violam algo». Para o psiquiatra, esta experiência da nudez na adolescência pode mesmo «perturbar a sexualidade do futuro adulto ao tornar repugnante o corpo do outro. Os pais que se quiserem iniciar nesta prática devem fazê-lo sozinhos» aconselha.
Nos centros de férias naturistas, Yves Leclerc constata que alguns adolescentes «podem ir contra as opções dos seus pais e permanecer vestidos.» Mas também afirma que este pudor não durará para sempre pois, ao se tornarem adultos, adolescentes mais velhos, frequentemente voltam a praticar o naturismo

Traduzido e adaptado por José Luís Vieira a partir de http://www.20minutes.fr/societe/1653279-20150717-faire-naturisme-enfants-bonne-idee
em 19/07/2017
anterior subir próximo
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal