Como falar das suas férias naturistas à sua família? - Artigos II - Associação Pensamentos ao Vento

Ir para o conteúdo

Menu principal:

COMO FALAR DAS SUAS FÉRIAS NATURISTAS À SUA FAMÍLIA?
65falardasferiasnaturistasfamilia
E o fim das férias chegou. Ainda estão bem presentes na memória e os benefícios bem patentes no corpo. Se passou as férias naturistas ao sol, pode admirar a ausência de marcas de fatos-de-banho no corpo bronzeado. Se gozou umas férias naturistas, existe o risco que todas as suas fotografias não sejam mostráveis aos colegas de trabalho ou à família. Mas a questão potencialmente mais difícil a que responder seja: “E tu onde passaste as férias?” Aqui ficam algumas ideias para falar das férias naturistas aos amigos, colegas de trabalho e família, sem nada esconder das suas práticas naturistas.

Nem perverso, nem doença mental
O Naturismo é bastante normal. É reconhecido como tal ao ser representado pelas Federações de Naturismo. Ser naturista é então completamente normal. No entanto, o Naturismo ainda continua a sofrer de uma imagem caustica que associa a nudez à sexualidade. Será então conveniente desarmar esta possível interpretação recordando a definição da Federação Naturista Internacional: “Naturismo é um modo de vida em harmonia com a Natureza, expressa através da nudez social, ligada ao autorrespeito, à tolerância de diferentes pontos de vista em conjunto com o respeito pelo meio ambiente.” Nada de sexual, mas de bem-estar e respeito. Além disso, o Naturismo é familiar nos centros naturistas em todo o mundo. Direcione então a conversa para as atividades que praticou sozinho ou em família.

Nem exibicionista, nem voyeurista
Há exibicionistas e espreitas entre naturistas, como em qualquer outro local. Nos centros naturistas, por norma, são rapidamente identificados e colocados na ordem e eventualmente excluídos.

Nem Miss Mundo, nem Miss Universo
Os naturistas são pessoas normais e variadas. Há-os de todas as formas e de todas as cores. Não é preciso ter um corpo de desporto de alta competição para ser naturista. O respeito é total entre naturistas. Não é um concurso de beleza, mas um estilo de vida no qual a nudez desempenha um papel fundamental.

Atividades naturistas
As férias naturistas são férias como as demais, sem roupa. A única diferença é que o naturista se sente bem quando está nu. Num centro naturista, quem se inicia nunca se sente bem vestido durante muito tempo. Quando compreendem que ninguém os espreita nem os julga, despem-se e deixam-se invadir pelo bem-estar, eventualmente até se esquecem que estão nus. É então possível praticar numerosas atividades lúdicas ou desportivas sem qualquer peça de vestuário.

É surpreendente ver a atitude das crianças em relação à nudez. Para as crianças, geralmente a nudez impõe-se imediatamente. Que alegria poder livrar-se das roupas, parecem eles querer dizer! Um pouco mais crescidas, passadas as primeiras apreensões, se não foram criadas num ambiente naturista, rapidamente largam o fato-de-banho ao conhecerem outras crianças despidas. Irão deambular com a sua vestimenta mais simples. Normalmente, há uma tolerância para com os adolescentes que por vezes têm dificuldade em aceitar as alterações nos seus corpos. Regra geral, voltarão ao naturismo assim que essas alterações estivem concluídas.

O Naturismo não deve se esconder para que possa existir
Resumindo, o Naturismo é familiar e cordial. Nos meios conservadores, o naturismo pode ser malvisto ou mal interpretado. Isto deve ser explicado e não escondido. É possível que certas pessoas nos tomem por loucos. Mas, será mais importante viver de acordo com os nossos princípios no meio de gente que nos respeita do que viver escondido. E depois, não obrigamos os nossos amigos, colegas e familiares a se tornarem naturistas. Não fazemos mais do que partilhar quem somos e o que fizemos nas férias, naturalmente.

O Naturismo atrai cada vez mais adeptos. Em particular neste tempo de retorno à natureza, para as coisas e sensações simples. O Naturismo é um estilo de vida que só precisa ser divulgado. No entanto, como naturisme.fr explica no artigo sobre as lutas da comunidade naturista, nem sempre é fácil!

Nota: Este também tem sido um dos trabalhos da Associação Pensamentos ao Vento, como se pode constatar através dos (até este momento) 65 artigos aqui publicados, juntamente com as conferências e todo o trabalho com a comunidade não-naturista.

Traduzido e adaptado por José Luís Vieira a partir de https://nuetheureux.com/2017/09/06/comment-parler-de-ses-vacances-naturistes-a-ses-amis-et-a-sa-famille/
em 07/09/2017
anterior subir next
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal